Polícia Civil cumpre mandado de prisão por sentença condenatória por estupro de vulnerável





A Polícia Civil prendeu, em cumprimento a mandado de prisão por sentença condenatória, por crime de estupro de vulnerável, Tiago Nazareno Coutinho Nogueira, 34 anos. A prisão foi realizada, em Castanhal, nordeste paraense, por policiais civis do Serviço de Polícia Interestadual de Buscas e Capturas (Polinter) com apoio da Superintendência da 3ª Região Integrada de Segurança do Guamá. A vítima foi um menino de seis anos. A condenação foi exarada pela juíza Adriana Grigolin Leite, da Vara da Criança e do Adolescente, do Tribunal de Justiça do Estado.

A ordem de prisão por sentença condenatória foi apresentada à Polinter, da Polícia Civil, cuja equipe policial, coordenada pelo delegado Raphael Cecim, passou a investigar o paradeiro do condenado à pena de 12 anos de reclusão em 10 de julho deste ano. A ordem de prisão foi expedida em 14 de julho. Inicialmente, a equipe policial foi ao endereço de Tiago, no bairro da Pedreira, em Belém, onde ele não foi encontrado.

Durante as diligências, os policiais civis tomaram conhecimento de que ele estava morando em um condomínio em Castanhal. A equipe da Polinter, com apoio da Superintendência, foi até o condomínio, onde passou a fazer levantamentos até o localizar o apartamento em que Tiago estava escondido. Após apresentar a ordem de prisão, o preso foi conduzido inicialmente à Superintendência de Polícia Civil de Castanhal, de onde foi encaminhado ao Sistema Penitenciário.