Polícia Civil prende foragido acusado de assaltar balsa no Marajó





Policiais civis da Delegacia de Polícia Fluvial (DPFlu), unidade policial vinculada ao Grupamento Fluvial de Segurança Pública, prenderam, nesta quinta-feira, 13, o foragido da Justiça Jailson Tavares Farias, 30 anos, no momento em que embarcava em um navio no porto Custódio, no bairro do Jurunas, em Belém. Ele é acusado de atuar como "pirata" em assaltos a embarcações. Jailson é acusado de assaltar uma balsa, na última quarta-feira, dia 6, na Ilha do Marajó.

Ao ser preso, ele foi flagrado com uma pistola calibre 40, arma de uso permitido apenas às Polícias, com numeração raspada e oito petecas de "Skank", um tipo de maconha modificada em laboratório, além de relógios e dinheiro.

Segundo informações do delegado Arthur Braga, titular da DPFlu, o suspeito pretendia viajar no navio que seguia para o município de Limoeiro do Ajuru.

Ele tem mandado de prisão expedido pela Justiça do Pará pelo assalto à balsa. "O preso foi conduzido à sede da Delegacia no Grupamento Fluvial para ser autuado por porte ilegal de arma de uso restrito a Polícia e tráfico de drogas", detalhou o delegado.